Motorista é preso em Herculândia por apresentação de documento falso



Os soldados Marcel e Marques, durante atendimento de ocorrência de desinteligência nesta urbe foi realizado a abordagem do indiciado , uma vez que está residindo temporariamente na rua primeiro de maio, em um imóvel nos fundos onde ocorrera o entrevero


Durante a abordagem, solicitado ao indiciado um documento pessoal, o mesmo apresentou sua carteira nacional de habilitação, mas os policiais que duvidaram da autenticidade do mesmo; uma vez que a fotografia estava péssima qualidade, não aparecendo a inscrição "original" na marca d'água, além de haver apenas uma letra "A" de forma aleatória no campo de "observações".


O indivíduo, que afirmou ter se habilitado na cidade de Tupã/SP, contrariando o que estava inserido no documento, tendo como local de emissão a cidade de São Paulo/SP, dadas as circunstâncias, foram efetuado pesquisas junto a Prodesp via Copom, constatando-se então que o indiciado não possui carteira nacional de habilitação, tampouco permissão para dirigir, não tendo seu CPF inscrito no cadastro nacional de condutores;


Ao ser comunicado que seria conduzido a Polícia Civil desta cidade, para os fatos serem melhor averiguados, o indivíduo acabou confessando que perdeu a CNH há muito tempo, no estado do Acre, onde se habilitou, mas que, como precisa trabalhar como motorista de carreta, acabou comprando outra CNH em Tupã/SP, pelo valor de R$ 4.000.00 (quatro mil reais), disse que um advogado de Tupã cujo nome não declinou, teria trazido citado documento para ele até este município.


Ante os fatos foi conduzido a delegacia de polícia dado ciência a delegada de polícia Dra Janaína Antoniazzi Pinheiro que ratificou a prisão em flagrante, permanecendo o indivíduo a disposição da justiça.