Tupã Futebol Clube entra na Justiça para que Prefeitura autorize utilização de alojamentos e estádio


Após a negativa do Prefeito Caio Aoqui para utilização do Estádio Municipal Alonso Carvalho Braga pelo Tupã Futebol Clube no campeonato paulista sub-23, a popular Segundona, o clube ingressou na Justiça para obrigar a Prefeitura Municipal ceder o Estádio para uso do Clube na competição e também que a Prefeitura Municipal forneça o alojamento aos atletas.


Foi publicado pelo Portal Mais Tupã no último dia 18 de junho que a Prefeitura Municipal não liberaria o uso do Alonsão para que o Tupã Futebol Clube mandasse seus jogos na Segundona deste ano devido a pandemia da Covid-19, que está em um período crítico na cidade, sendo que atualmente, segundo os dados da Prefeitura Municipal existem 591 pacientes em período de transmissão.


Em sua petição inicial, o representante do Tupã Futebol Clube destaca que há um protocolo a ser seguido, que foi definido pela Federação Paulista de Futebol durante os jogos para mitigar o risco de transmissão.


No entanto o clube também requer que a Prefeitura Municipal forneça os alojamentos para os atletas, que normalmente é embaixo das arquibancadas, em quartos coletivos com pouca ou nenhuma ventilação, o que nitidamente não atende as determinações da OMS – Organização Mundial de Saúde – no que tange os cuidados contra a Covid-19.


A ação protocolada no último dia 14 de junho tinha como objetivo a obtenção de um liminar, para que o time pudesse se inscrever na competição, e no dia 18 o Juiz da 1ª Vara Cível de Tupã, Dr. Alexandre Rodrigues Ferreira, concedeu em parte o pedido:

Nesse passo, DEFIRO o pedido liminar, em parte, e DETERMINO que a Autoridade Coatora faça a avaliação do pedido de utilização do Estádio, por ora, apenas e tão somente, avaliando as questões estruturais, técnicas e de segurança do imóvel para comportar partidas de futebol do campeonato em que se pretende realizar a inscrição, no prazo improrrogável de 48 (quarenta e oito) horas, conforme a presença dos requisitos legais do artigo 7º, III, da Lei nº 12.016/2009, contado o prazo a partir da notificação.

No entanto a Prefeitura de Tupã ainda não foi notificada da decisão, e o prazo para inscrição do clube no campeonato terminou na última sexta-feira. Vamos continuar acompanhando o caso.


http://portal.maistupa.com/2021/06/23/tupa-futebol-clube-entra-na-justica-para-que-prefeitura-autorize-utilizacao-de-alojamentos-e-estadio-municipal/