Polícia Ambiental de Tupã apreende armas de fogo com homens em Queiroz


A Polícia Ambiental de Tupã autuou em flagrante duas pessoas de Quairoz (SP) depois de apreender um revólver calibre .38, uma espingarda calibre .28, uma espingarda de pressão adaptada para o calibre .22, um couro de uma cobra nativa, anzóis de galho, tarrafa e redes. Foram arbitradas fianças para os acusados responderem em liberdade pelo crime de posse ilegal de arma de fogo. A ocorrência de natureza “Posse ilegal de arma de fogo e ter em depósito produto oriundo de espécime da fauna silvestre nativa” foi registrada pela equipe do 2º sargento Santos, cabo Oliveira e cabo Martiniano, nessa quarta-feira (30).


De acordo com a Polícia Ambiental, durante a operação "Interior Mais Seguro", a equipe recebeu solicitação do delegado de Polícia Civil de Queiroz para vistoriar um local onde os moradores estariam incorrendo em prática de crimes ambientais e ao chegar no local foi localizado um revólver Taurus, calibre .38 pertencente a J. A. F., que não possuía o registro da arma, uma espingarda calibre .28 que estava na posse de L.C.N., além de uma espingarda de pressão marca Rossi, adaptada para o calibre .22, armas que não tem registro, um couro de uma cobra nativa, 12 anzóis de galho, uma tarrafa e sete redes.


A Polícia Ambiental informou ainda que diante dos fatos foi dada voz de prisão aos infratores, que foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Queiroz, onde foram adotadas as providências e arbitrada fiança no valor de R$ 1.250,00 para ambos. A equipe ressalta que foi elaborado ainda um auto de infração ambiental, com penalidade de multa simples no valor de R$ 500,00 por ter em depósito produto da fauna silvestre (couro de cobra).


Saiba mais em https://www.bastosja.com.br/noticias/ver/item/6033/t/policia-ambiental-de-tupa-apreende-armas-de-fogo-com-homens-em-queiroz