'Não estou bem', diz influencer Shantal após denúncia de violência obstétrica


A influencer Shantal Verdelho desabafou em suas redes sociais na manhã desta terça-feira (14) após a denúncia de ter sofrido violência obstétrica durante o parto da filha mais nova, Domênica. O procedimento foi realizado pelo médico obstetra Renato Kalil em setembro de 2021 (assista no vídeo acima).

"Confesso que não estou muito bem, é difícil não me ver bem, emocionalmente falando", disse a influencer. "É uma história realmente pesada".


Em áudio de conversa íntima vazada nas redes sociais, a influencer acusou Kalil de usar palavrões contra ela durante o parto e expor sua intimidade para o pai da criança, Mateus Verdelho, durante o procedimento e também para terceiros.


"Queria pedir para vocês compreensão, porque esse é um assunto que me constrange, é um assunto íntimo. Pelo menos um assunto que era para ser íntimo, não era para ter saído do âmbito familiar e das minhas amigas mais próximas. E que envolve a minha filha, e o rostinho dela em as notícias, de uma bebezinha de três meses", disse Shantal em seu perfil no Instagram.


A influencer disse ainda que costuma ser o “porto seguro” de sua família, mas que desta vez se permitiu ficar triste. “Já já ressurjo das cinzas”, afirmou.


O Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) informou nesta segunda-feira (13) que abriu um processo interno de apuração sobre as denúncias da influencer.


O médico Renato Kalil nega as acusações e afirma que "o parto da Sra. Shantal aconteceu sem qualquer intercorrência e foi elogiado por ela em suas redes sociais durante trinta dias após o parto"


O Cremesp não deu detalhes da apuração do caso que está promovendo, por sigilo de ofício.


A reportagem do g1 procurou o médico e a influencer para comentarem a investigação, mas eles disseram que não se pronunciarão além do que já foi dito oficialmente no final de semana.

Por causa da grande repercussão do caso, o médico deixou as redes sociais e a influencer anunciou um período de afastamento das postagens "para estar com a família".

Áudios vazados

As denúncias de Shantal Verdelho vieram a público depois que um áudio dela foi vazado nas redes sociais. Nele, a influencer contava para as amigas a experiência ruim que sofreu durante o parto da pequena Domênica.


"Demorei para perceber o que tinha acontecido porque na hora do parto eu tava em uma outra dimensão. (...) Foram várias posturas dele muito ruins e acabou sendo horrível meu parto. Se eu mostrar [o vídeo], vocês vão sentar e chorar", conta a moça para as amigas.


Vídeos curtos do parto onde o médico fala alguns palavrões também começaram a circular por grupos de What'sApp de mães e gestantes.


Shantal confirmou, por meio de nota, o conteúdo do áudio e vídeos, mas disse lamentar que uma conversa privada dela tenha ido parar nas redes sociais, no que chama de “assunto delicado e ainda constrangedor”.


“Os vídeos e o áudio foram enviados em um momento de troca, desabafo e compartilhamento com suas amigas, a respeito de maternidade e sobre os suas escolhas de obstetras. A intenção era unicamente dividir sua experiência de forma privada e com pessoas mais próximas”, afirmou Shantal Verdelho em comunicado oficial no sábado (11).


Denúncias de violência

No desabafo feito às amigas, a influencer narrou várias passagens onde o médico usou palavrões e palavras de baixo calão durante o parto em setembro.


"Quando a gente assistia ao vídeo do parto, ele me xinga o trabalho de parto inteiro. Ele fala 'Porra, faz força. Filha da mãe, ela não faz força direito. Viadinha. Que ódio. Não se mexe, porra'... depois que revi tudo, foi horrível", comenta a influencer.


"Ele chamou meu marido e falou: 'Olha aqui, toda arrebentada. Vou ter que dar um monte de pontos na perereca dela'. Ele falava de um jeito como 'olha aí, onde você faz sexo, tá tudo fodido'. Ele não tinha que fazer isso. Ele nem sabe se eu tenho tamanha intimidade com meu marido", completa.


Ela disse também que vai tomar providências jurídicas contra o médico, “em vista dos últimos ocorridos divulgados pela falta de decoro de um profissional da área da saúde”


O que diz o médico

Procurado, o médico Renato Kalil se pronunciou através de comunicado oficial e disse que foi surpreendido pela repercussão do caso.


“O parto da Sra. Shantal aconteceu sem qualquer intercorrência e foi elogiado por ela em suas redes sociais durante trinta dias após o parto. Surpreendentemente, o Dr. Renato Kalil começou a receber, nos últimos dias, ataques com base em um vídeo editado, com conteúdo retirado de contexto”, declarou a nota.


“A íntegra do vídeo mostra que não há nenhuma irregularidade ou postura inapropriada durante o procedimento. Ataques à sua reputação serão objeto de providências jurídicas, com a análise do vídeo na íntegra. O Dr. Renato Kalil é médico obstetra ginecologista há 36 anos, sendo um dos médicos mais reconhecidos do Brasil. Ao longo de sua carreira, já efetuou mais de 10 mil partos, sem nenhuma reclamação ou incidente", completou.


Saiba mais em https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2021/12/14/historia-realmente-pesada-diz-influencer-shantal-em-rede-social-apos-denuncia-de-violencia-obstetrica.ghtml