Motorista que atropelou e matou ciclista se apresenta e é liberado após depoimento


O jovem que atropelou e matou um ciclista de 42 anos na manhã do último sábado (15) em uma avenida de Jaú (SP) se apresentou na tarde desta quinta-feira (20) à Polícia Civil da cidade – ele estava desaparecido há cinco dias, desde o dia do acidente.


Segundo informações do delegado Aldo Eduardo Lorenzini, que comanda a investigação, Renato Mott Galvão de Arruda Filho, de 25 anos, que dirigia o carro, se apresentou acompanhado de um advogado, prestou depoimento e foi liberado para responder em liberdade.

A apresentação do motorista aconteceu um dia depois de a Justiça de Jaú ter negado o pedido de prisão temporária feito pela Polícia Civil e que contava com o aval do Ministério Público (MP).

De acordo com o delegado, o jovem teve que ser liberado tanto por não estar mais em situação de flagrante e também pelo indeferimento por parte da Justiça do pedido de prisão.


O caso foi registrado inicialmente pela Polícia Civil como homicídio culposo na direção de veículo, com agravantes de negativa de prestar socorro e fuga do local do acidente.


Relembre o caso

O ciclista João Roberto Convite, de 42 anos, morreu após ser atingido por um carro, que ainda subiu na calçada e destruiu um poste. O acidente aconteceu por volta das 6h30, na Avenida João Franceschi, no bairro Jardim Alvorada.


Com a violência da batida, foi arremessado cerca de 20 metros à frente dos destroços do veículo. O corpo dele ficou caído em cima de um canteiro central elevado.


O ciclista morreu no local do acidente. A bicicleta foi achada completamente destruída embaixo do carro, que também ficou totalmente avariado em cima da calçada e ao lado de um poste, que teve sua base de concreto quebrada e só não caiu porque ficou preso pela fiação.

De acordo com relato de testemunhas que filmaram o local do acidente logo depois da batida, o motorista do carro teria fugido após ser "resgatado" por um veículo que foi buscá-lo.

A Polícia Civil esteve no local e informou à reportagem da TV TEM que encontrou dois celulares entre os destroços. Um seria do ciclista e o outro do motorista (a foto na tela inicial é a mesma da pessoa que detém o registro do veículo).

A polícia informou que identificou o motorista como sendo Renato Mott Galvão de Arruda Filho, de 25 anos, que inclusive foi apontado por policiais em imagens feitas por populares pouco depois do acidente.


O corpo de José Roberto Convite foi sepultado na manhã de domingo (16) no cemitério municipal da cidade. A família da vítima pediu punição ao motorista e ciclistas de Jaú fizeram um protesto nas proximidades do velório, também em apoio ao pedido de justiça.


Fonte: G1 Bauru e Marília