Mãe de menino que morreu após engasgar com comprimido é investigada por homicídio culposo


A Polícia Civil de Botucatu (SP) abriu inquérito nesta terça-feira (9) para investigar por homicídio culposo, quando não há intenção, a mãe do menino de 4 anos que morreu ao engasgar com comprimido de paracetamol, em Botucatu (SP), no sábado (6).


Segundo o boletim de ocorrência, a mãe deu meia pílula do remédio ao filho por ele reclamar de dor de dente. Ao perceber que ele havia engasgado, tentou retirar o comprimido com a mão da garganta da vítima, que passou a vomitar.


Pedro Augusto Gomes Silva foi socorrido por equipes da Guarda Municipal e do Samu. Ele teve uma parada cardiorrespiratória, foi reanimado e estava internado no Hospital das Clínicas (HC) desde 2 de novembro, porém não resistiu e morreu no sábado (6).


Fonte: G1 Bauru e Marília