Herculândia - Susan Stephanie Gutierres fala da emoção de parto dentro do carro


A fisioterapeuta Susan Stephanie Timoteo Palomo Gutierres tinha tudo preparado para um parto natural no nascimento do segundo filho.


A moradora de Herculândia (SP) só não imaginava que o Bento, que esperou completar as 40 semanas de gestação para dar sinal de que estava pronto para nascer, iria passar pelo processo do parto tão rápido.

O menino não quis saber de esperar chegar ao hospital que fica em Marília, a 58 km de distância de Herculândia, e nasceu no carro mesmo no meio da viagem no último dia 17 de setembro.

“Nunca imaginamos que o bebê nasceria no meio do caminho, porque quando a bolsa estourou as 22h30 eu não tinha contrações. Mas, logo elas vieram, porém começaram leves e foram ficando mais intensas. Realmente achamos que daria tempo de chegar, mas durante a viagem comecei a sentir muita vontade de fazer força e quando estávamos no distrito de Padre Nóbrega [já em Marília] ele nasceu”, conta Susan.


Susan conta que o marido estava dirigindo o carro e ela estava acompanhada da doula e enfermeira obstetra no banco de trás.


“Ele não sabia se continuava a dirigir ou parava o carro. Quando o Bento nasceu ele chorou e pedimos para ele continuar dirigindo para chegarmos logo no hospital."

"Fomos tomados por uma emoção muito grande nesse momento. Envolvemos o bebê nas nossas roupas até chegar ao hospital porque as roupinhas dele estavam na mala no porta-malas.”

No hospital em Marília, o casal e o bebê foram recebidos pela equipe médica e pela fotógrafa que não conseguiu registrar o parto do Bento, mas registrou a surpresa de todos com o bebê já nos braços da mãe.


“Graças a Deus estava bem amparada, com a minha doula que estava comigo e meu médico ginecologista, o doutor Francisco Paulo Dias que estava nos esperando no local e nos recebeu. Toda equipe de funcionários do hospital nos receberam muito bem. O Bento nasceu com 3.930 kg e 50 cm, lindo e saudável. E hoje dou graças a Deus que foi um parto bem mais rápido e menos dolorido que o primeiro”, completa Susan.


O primeiro filho da fisioterapeuta, o Benício também nasceu de parto normal, mas foram 5 horas de trabalho de parto.


“Devido à minha dedicação em querer novamente um parto natural, eu estava me preparando muito com Pilates, eu sou instrutora de Pilates, com caminhada, acupuntura e também havia mudado minha alimentação, estava comendo várias coisas que segundo minha doula eram favoráveis ao parto. Acho que esse conjunto de fatores favoreceu na rapidez do parto”, afirma.


Depois da aventura e todos os cuidados necessários no hospital, o apressadinho Bento já conheceu o irmão mais velho e está em casa com toda a família.


Fonte: G1 Bauru e Marília