Herculândia - Secretária ‘esconde’ lista de remédios de alto custo em falta na rede municipal


A gestão municipal de Herculândia, ‘governo Paulinho e Tião Barraca’, confirmou esta semana, a vocação de repulsa e aversão à transparência na administração pública – especialmente na área da Saúde.


Depois de vetar a Lei que cria um ‘controle do cidadão’ para as chamadas ‘listas de espera’ de especialidades, exames e cirurgias (veto derrubado pela maioria dos vereadores), a titular da Secretaria de Saúde, supreendentemente ‘foi além’.


Por mais que se procure explicação não há como entender a negativa a um pedido de informação, em forma de Ofício, feito pela vereadora Tatiane de Oliveira Campos, a Thaty da Saúde (PSB) à secretaria de Saúde, Silmara de Oliveira Baqueti.


No oficio protocolado no dia sete (07) de outubro, a vereadora pede o fornecimento “uma lista dos medicamentos de alto custo... em falta” na rede municipal.


E ainda esclarece que o acesso a pretendida lista tinha o objetivo de “poder solicitar ajuda para deputados estaduais” para a solução dos remédios em falta.


TRISTE


Em ‘live’ nas redes sociais, a vereadora explicou que o objetivo da lista seria mobilizar os vereadores herculandenses para que cada um pedisse ajuda junto “ao deputado com quem tem afinidade e contato” para conseguir os medicamentos em falta.


Tatiane detalhou que como o Oficio 21/2021 não foi respondido, ela cobrou uma explicação e a secretária Silmara teria informado que “não havia respondido ainda porque não sabia se poderia fornecer esses dados”.


“Até questionei que não estava pedindo os nomes dos pacientes, mas sim dos medicamentos (em falta) e que minha intenção era ajudar. Essa resposta não chegou para mim até agora”, informou a vereadora.


Saiba mais em https://cidadereal.net/noticia/515/inexplicavel-secretaria--esconde--lista-de-remedios-de-alto-custo-em-falta-na-rede-municipal