Grupo protesta a favor de punição a motorista que atropelou e matou ciclista


Um grupo de ciclistas participou de um protesto na manhã deste domingo (16) em homenagem a João Roberto Convite, ciclista que morreu atropelado por um carro em Jaú (SP).


Cerca de 20 pessoas participaram do ato pacífico. O grupo homenageou a vítima com orações e também se manifestou a favor da punição do motorista que a atropelou. “Estamos indignados pela imprudência do motorista que nem prestou socorro à vítima e fugiu do local”, conta o ciclista Airton Pinto, de 48 anos.

O acidente aconteceu por volta das 6h30 de sábado (15), quando João Roberto seguia de bicicleta na Avenida João Franceschi e foi atingido pelo carro dirigido por Renato Mott Galvão de Arruda Filho.


O veículo ainda subiu na calçada e destruiu um poste. O ciclista foi arremessado e caiu sobre um canteiro central elevado. Ele morreu na hora.

O Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar atenderam a ocorrência e preservaram o local até a chegada da Perícia Técnica. O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade.


Segundo o delegado Marcel Campi, inicialmente o caso será registrado como homicídio culposo na direção de veículo, com agravantes de negativa de prestar socorro e fugo do local do acidente. O delegado destaca que as investigações vão apurar se outros crimes podem ter sido cometidos.


De acordo com relatos de testemunhas que filmaram o local do acidente logo depois da batida, o motorista do carro teria fugido após ser "resgatado" por um veículo que foi buscá-lo. Até o início da manhã deste domingo (16) ele não havia se apresentado à polícia.


O corpo de José Roberto Convite foi velado desde o fim da tarde deste sábado no Velório Municipal de Jaú e o sepultamento ocorreu às 9h30 deste domingo, no Cemitério Municipal da cidade.

Fonte: G1 Bauru e Marília