Dono de posto destruído durante chuva calcula prejuízo de R$ 800 mil e fecha comércio


O empresário Edson Gomes de Lima, dono de um posto de combustíveis instalado há mais de 35 anos na Vila Carvalho, em Jaú (SP), afirmou que deve fechar as portas depois de ver seu estabelecimento totalmente destruído pela enxurrada provocada pelas fortes chuvas que atingem a cidade desde o último domingo (30).


O empresário, que fazia a reforma do posto, viu todo o novo equipamento comprado “rodar” na forte enxurrada que atingiu o estabelecimento localizado na esquina da Rua Pereira de Toledo com a Avenida 9 de Julho.


No total, além dos estragos na estrutura física – um grande buraco se abriu na área do posto –, o empresário viu serem arrastados pela enxurrada as quatro bombas ainda sem uso e dois tanques de 30 mil litros, que ficaram enterrados no lugar onde agora sobre uma cratera. O prejuízo é estimado entre R$ 700 mil e R$ 800 mil.

“A reforma estava quase no fim, as bombas instaladas e ligações feitas, os tanques já estavam no lugar e cobertos por um pó de pedra, à espera da concretagem que estava marcada para a última segunda-feira (31). Mas um dia antes veio o temporal e não sobrou nada. Cansei, não vou arrumar tudo pra ser levado por outra enchente”, disse o empresário.

Edson de Lima lembra que durante seus 46 anos instalado nas proximidades do Rio Jaú já enfrentou pelo menos outras duas grandes enchentes, em 2011 e em 2019.

Porém, segundo ele, nenhuma parecida com a do último fim de semana. O empresário emprega atualmente seis funcionários.

Fonte: G1 Bauru e Marília