Cepa de Manaus já predomina na região da DRS de Marília


Um monitoramento divulgado pelo Instituto Adolfo Lutz, neste fim de semana, aponta que na regional de Marília predomina a variante de Manaus do novo coronavírus. Chamada de P1, a cepa manauara é responsável por 51,85% dos casos de infecção que estão sendo registrados no município e cidades vizinhas.


Em seguida, conforme o relatório do instituto de referência do Estado de São Paulo, prevalece a variante P2, do Rio de Janeiro, com 20,37% dos casos; depois pela B.1.1.2.8. (brasileira) com 16,67%; pela B.1.177.52 em 5,56%; pela N.9 (nova linhagem) em 3,70% e pela B.1.1.7 (do Reino Unido) com 1,85%.


http://portal.maistupa.com/2021/05/03/cepa-de-manaus-ja-predomina-na-regiao-da-drs-de-marilia/